Investigação

Projectos em curso

 

Fontismo, Progresso e Modernidade

O Fontismo enquanto modelo de política liberal é apresentado como o primeiro projecto de modernidade em Portugal. Partindo da identificação ideológica que orientaram as políticas fundamentais do período Regenerador pretende-se compreender e explicar a sua origem os os processos de integração e de rejeição social que lhes estão associadas.

Liberdade, ordem e progresso são três dos conceitos fundamentais que polarizam o novo sistema de valores da sociedade portuguesa da segunda metade do século XIX, analisados a partir da análise do discurso político, da narrativa literária e das expressões de adesão e rejeição.

 

Escolas e Ensino Primário no Portugal Oitocentista, a partir da análise do Inquérito às Escolas de 1862.

Em colaboração com Sílvia Almeida

O primeiro inquérito feito em Portugal às escolas e às condições de ensino primário – até ao presente ignorado – fornece um retrato exaustivo e de grande densidade sobre a situação da educação pública e particular num país que apresentava já uma das maiores taxas de analfabetismo da Europa e que dificilmente poderia superar o seu atraso estrutural sem a valorização do seu capital humano. A análise sistemática de todas as variáveis constantes do inquérito permite precisar a dimensão do atraso e identificar os factores de bloqueio que impedem a mudança desejada pela élite política e administrativa.

 

ESCXEL – Rede de Escolas de Excelência

A partir da estruturação de uma rede cooperativa de escolas, municípios portugueses e um centro de investigação (CESNOVA), este projecto de pretende monitorizar os processos de mudança que se estão a operar nas escolas portuguesas, especialmente a sua orientação e adaptação a novos modelos de regulação descentralizada. A análise dos resultados escolares, os seminários de boas práticas, as acções de formação, constituem a base sobre a qual se pretende desenvolver a investigação científica.